Arquivo para eua

Acorda, Brasil !

Posted in Atitude, Atualidades, Comentário, Eleições, Lava-Jato, Mídia, Notícias, Opinião, Polícia, Política, Sacanagem with tags , , , , , , , , , , , , on 06/07/2017 by Carlos Baltazar

Esperança-divide-seus-hemisférios

Os brasileiros, essa trupe empertigada de sofrimentos, vive o tormento do porquê, afinal de contas, este país não deslancha finalmente e assume uma situação que todos esperamos desde que alguém professou o celebre adjetivo: “o país do futuro”. Não foram poucas as crises porque passamos juntos, unidos numa esperança que parece não ter fim. Mas que hoje, com essa crise política que mais parece um terremoto institucional, vai arrefecendo.

A título de exemplo, uma questão que nos é fundamental mostra, em detalhes, toda o desleixo com que nossos representantes vêm tratando “o país do futuro”. O comércio exterior, que possui um potencial de desenvolvimento importantíssimo, e que poderia nos trazer uma condição de melhoria social e estrutural, vem, desde os governos de FHC e Lulla, sendo tratado com um viés ideológico e numa total afasia de vislumbrar alguma perspectiva para o país.

Tentando impor-se com uma filosofia praticada apenas pelos que desconhecem os ritos econômicos mundiais, o Brasil tentou apoio político e econômico em países que correspondem a uma porção insignificante do PIB mundial. E até mesmo ditaduras sangrentas entraram na baila. FHC e Lulla trilharam caminhos idênticos porque são defensores das mesmas práticas políticas. E lá fomos nós tentar comprar e vender para o Mercosul, África, Oriente Médio e Oceania, deixando de lado mercados de ponta, como EUA e Europa. Resultado prático: acumulamos prejuízos, dívidas não pagas e perdemos mercados importantíssimos para o sustento e desenvolvimento de nossa economia.

Enquanto isso, alguns de nossos grandes concorrentes, em áreas de negócios e produtos construíam acordos bilaterais com vantagens mútuas, enquanto continuávamos a esperar o grande acordo da OMC, que nunca veio. O acordo com a União Europeia, que nunca veio. E ficamos nós assim, na eterna esperança.

Se analisarmos os últimos presidentes civis do Brasil, vemos que nossa esperança deve continuar se quisermos um dia ser mesmo “o país do futuro”. Sarney, Collor, Itamar, FHC, Lulla, Dilma, Temer. O que lhe parece isso, um rol de ilustres ou um bando que ousou liderar o Brasil por um caminho sem contorno de um objetivo planejado de forma nacional? Se juntarmos todas essas ideologias sociais e econômicas teremos um balaio de gatos vira-latas. Um capitão-do-mato, um playboy, um sei-lá-o-quê, um sociólogo ambíguo, um operário (sic) sem causa, uma paraquedista que nos logrou a pior crise política e econômica da história. E por fim um diabólico político que ousa aviltar o país com denúncias de propinas na casa dos 500 milhões de reais.

Talvez não sejamos bons de comércio e negócios. Mas de certo somos bem piores de nacionalismo e amor à pátria que nos abriga. Enquanto isso, nossos concorrentes velejam em mares menos bravios, ganhando mercados, refastelando-se no que não somos capazes de acordar. Tenho a ligeira desconfiança de que nos acordos que somos bons, outros países não fazem questão de participar.

Anúncios

Adriane: “aqui só sai…”, ôpa !

Posted in Atualidades, Comentário, Eleições, Humor, Mídia, Notícias, Opinião, Política, Sacanagem, Sexo with tags , , , on 02/08/2011 by Carlos Baltazar

O dia foi catastrófico para mim. Depois de quatro neosaldinas, nada da enxaqueca passar. Meu telefone, sansung, pifou o auto falante, R$90,00 para arrumar…sem chance pro arrumador. Peguei um zérinho na Vivo, com rádio, tipo nextel, só que não tem acesso aos id’s da nextel, porque são redes diferentes, claro, não, Vivo. Não estou conseguindo pensar direito com essa dor de cabeça. Vi o CQC ontem. O Marcelo faz falta pacas. E a folha vem se revelando uma “senhora de santana” em certos assuntos. Toda melindrosa e pudica. Excesso de homossexuais na redação, talvez. E o cachaceiro lazarento está com vontade de aparecer. Não perde uma oportunidade para faturar, e quem registra os valores é o japonês picareta. Esse é o cara da mala, sabe das coisas. Quem quiser saber é só apertar o cara. Adriane, aquela moça de boa extirpe e bons negócios está tiririca com a Sandy, que roubou a cena na playboy com sua entrevista, que ainda nem saiu. Adriane discorda de Sandy, “aqui só sai”. Ô moça recatada essa, é só papai-mamãe e flauta. Tá, vamos dar um crédito à ex-viúva do Justus, afinal ela conhece bem essa coisa de sexo, pago ou não. E por falar em pagar, Obama vai pagar o que deve. E não teve nenhuma agência de avaliação de risco que tivesse peito de rebaixar a dívida americana. São uns babacas e não analisam porra nenhuma, a avaliação é política da pior qualidade. Tudo depende dos interesses de alguns que ganham dinheiro com a maracutaia. Espero algum economista ligado à essas agências me desmentir.

p.s.: desculpem, seletos leitores a falta de inspiração, mas essa dor de cabeça está um inferno…

Verdades da mesma Mentira

Posted in Atitude, Atualidades, Mídia, Notícias, Opinião, Política with tags , , , , , , on 26/01/2010 by Carlos Baltazar

É legítimo países e pessoas terem seus interesses. Dos EUA à Zâmbia, todos possuem interesses políticos, econômicos, comerciais e militares. Até aí nada de novo. A verdade e a simetria desses interesses tornam a relação entre as nações absoluta, independente de suas diferenças. O que vêm ocorrendo na relação dos países muçulmanos com o Ocidente é que eles, em particular o Irã, estão se posicionando de forma mentirosa quanto a seus interesses políticos e militares. Claro que a maioria desses países possui uma população analfabeta e atada à religião de forma doente e perigosa, por isso mais maleável a costumes retrógrados e ações genocidas impostas por ditaduras religiosas que os Mulás impõem ao seu bel interesse. Dessa situação a melhor é o equilíbrio entre loucos e pouco loucos como foi entre Saddan Hussein e o Irã. Assim foi por décadas. Após o afastamento desastrado de Saddan o Irã começou a impor-se como força militar na região, avançando inclusive contra Israel, de forma rasteira, é claro, financiando terrorismo e ataques suicidas sem coragem, pois são covardes de natureza e religião, estão sempre em jihad, mas escondidos sob o manto da covardia.

Com apoio disfarçado de Rússia e China, que venderam tecnologia e material militar nuclear, o Irã passa a afrontar a comunidade internacional e a ameaçar diretamente todo o Ocidente com a possível fabricação de uma bomba atômica em centros de tecnologia secretos. Bem, não tenho o propósito de me estender quanto ao fim que tudo isso irá ter. Somente que é preciso ver quem está apoiando essa iniciativa do Irã: Brasil(via Lulla “Herodes” da Silva), Venezuela, Bolívia, China e Rússia, apenas como exemplos, ou seja, a turminha que possui um compromisso apenas com a mentira e pouco com a democracia e a verdade humana. Gente séria está preocupada. A turma xiita dos petralhas está rindo à toa porque quer ver o império americano ruir. Todos eles torcem por isso. Mas sabem quem vai perder com isso? Os próprios. Aguardem novos desdobramentos, a coisa não vai ficar assim.

p.s.: não se enganem com conversa e discurso fiados, estamos em uma nova cruzada…

Núcleo Insano

Posted in Atitude, Opinião, Política with tags , , , , , , , , , , on 13/01/2010 by Carlos Baltazar

Há dias me deparei com a notícia do fracasso da negociação sobre desarmamento entre EUA e Rússia. É inacreditável que os patetas da guerra fria ainda estejam nessa discussão. O arsenal nuclear de ambos consegue destruir o planeta diversas vezes. Ótimo, parabéns. Por que será que nós temos esse gene de autodestruição que não evolui? Isso é pior que falar consigo mesmo diante do espelho: “olha cara, você fica esperto senão acabo com você”. Patético. Os EUA, claro, ainda querem ser os xerifes interplanetários, síndrome de Kirk, e os russos, bem, ex-comunista é pior que pastor na zona, sabe-se lá o que pode acontecer. Com o fim do sonho socialista (ih!, será que avisaram o pt?) os caras descobriram que não tinham nada para vender, a não ser o rico petróleo, gás e tecnologia nuclear. E assim vem sendo. Quem paga leva, até cientistas foram vendidos, na marra, como mercadoria. E com isso vêm chantageando os países ricos, que tem medo que tecnologias de destruição em massa caiam em mãos de lunáticos piores. Foi o que sobrou do discurso e da ideologia de esquerda. Como a China, que só começou a sair da miséria quando achou que Mão era mal. Na América Latina, com sempre atrasada em tudo. O homem “Buchada de Bode Chaves”, ainda crê que pode tirar do dicionário a palavra composta “estado-falido”. Não poderá. Está a caminho do seu próprio fim. Morales agora quer enfrentar pelo menos a Coca-Cola, já que “nosotros somos pequenos”. E Cristina? Bem Cristina é outro papo. Primeiro “la plata e lo placer”, depois a dignidade. Lulla sabe bem como é isso…

p.s.: e por falar em insanidade, será que não seria o caso de processar a senhora dilma e o senhor vannuchi por conspiração contra o Estado?

Valores Piratas

Posted in Atualidades, Opinião, Política with tags , , , on 26/10/2008 by Carlos Baltazar

Como todo imperialista é um porco capitalista burguês, todos devemos ser contra o imperialismo. Lamentável que, segundo nossos vizinhos tribalistas o Brasil está bem perto de tornar-se um império, desta feita seremos execrados em tudo o que almejarmos. Será que o povo da Favela Edit sabe disso ? Bem, vamos adiante. A geração ditadura aprendeu que os Estados Unidos da América nada são, senão a encarnação própria do Mal, e nossa única saída seria apoiar e fortalecer outras nações contra esse Império. Aí veio comunismo que ruiu (embora alguns ainda não saibam), e hoje temos uma possibilidade de contrapor essa potencia do mal através da grande China. Não quero entrar em nenhuma discussão mais profunda a respeito, mas vale lembrar aqueles que usam um olhar demente para ver o futuro, que estamos trocando alguns valores e direitos humanos, de família e de democracia que podem se perder nessa simples troca de impérios. É triste ver pessoas com um bom nível de informação exultando um país que sempre massacrou seus filhos, seus valores humanos, que arquiteta sua saída do subdesenvolvimento através da pirataria do conhecimento, da propriedade intelectual e da contínua mão de ferro do controle e da censura. Mas será engraçado ver a típica família chinesa em filmes, mostrando o seu dia-a-dia. Temos muito a aprender com eles.

Tudo será uma festa até quando a festa acabar.