Racismo

Leio notícia de que o ouvidor nacional da Igualdade Racial, Carlos Alberto Silva Júnior, fez denúncia à Procuradoria-Geral da República em Uberlândia (MG) contra o cantor Alexandre Pires sobre seu último clipe musical onde homens vestidos de gorilas saem da selva e invadem uma festa e à beira da piscina e se juntam a mulheres de biquínis, cantando: “”É no pelo do macaco que o bicho vai pegar”. Completa o ouvidor expondo sua indignação: “o vídeo expõe o negro à condição de ser inferior, alguém que não se desenvolveu a ponto de se tornar ser humano”. Desculpe-me senhor ouvidor, mas me ouça. Sinceramente eu acho que pessoas como o senhor possuem uma doença tão grande que mal conseguem ver-se no espelho sem que algo incomode sua atenção filosófico-sexo-racial. Eu não consigo entender como alguém consegue possuir uma imaginação tão fértil para as coisas ruins e tão pouca agilidade mental para coisas boas. O senhor e seus pares possuem um olhar deficiente e acham que todos são iguais aos senhores. É de dar nojo esse tipo de coisa. Os senhores são pessoas que estão à serviço do racismo. E parece que não descansarão enquanto não começarem a haver crimes raciais aqui. É isso que os senhores e os humanoides do PT sempre buscaram: guerras sociais, para poder viver no meio da discórdia à vontade. O Brasil nunca foi um país racista, pois não há outro mais miscigenado e tranquilo. Mentem os interlucutores da cor negra. Não canso de dizer que na minha rua haviam duas famílias de negros e eu jamais conheci pessoas mais educadas e respeitadas. Vagabundos não pressupõe cor, picaretas não pressupõe cor, ladrões não pressupõe cor, maus brasileiros não pressupõe cor. O senhor certo é um péssimo brasileiro. Acredito que seja à favor de cotas para pessoas que não precisam de favores, mas de uma condição digna de vida. Mas essa é outra discussão. Lamento que isso esteja acontecendo no meu país, hoje dominado por um conceito racial odioso, por pessoas odiosas que sequer conseguem conviver consigo mesmas.

p.s.: nesse partidinho de merda todos querem seus quinze minutos de fama…uns poucos de maneira honesta, outros da maneira que trazem consigo desde a barriga da mãe, mesmo quando não sabem que ela é…

Anúncios

Negros Brancos

Tive conhecimento de uma situação absurda que ocorre na África, com pessoas que nascem brancas ou albinas. Além do preconceito racial e da marginalização social, essas pessoas sofrem por uma superstição de que parte de seu corpo pode trazer boa sorte, e por conta disso tem seus membros amputados à força, além da pele, língua e cabelo para uso em rituais de curandeiros e bruxas. A maioria deles é abandonada quando criança. O absurdo chega ao ponto de terem seu sangue vertido e bebido para que quem o faça tenha sorte. Ao ano são mortas mais de 100 crianças brancas. O tratamento irracional recebido por essas pessoas tem resultado em cenas de inconcebível desumanidade. O racismo presente pouco os ajuda a sobreviver, e quando conseguem lutam contra doenças degenerativas e de pele gravíssimas. Como se vê, todos sofremos por problemas raciais e religiosos, resta-nos aprender a crescer e nos humanizar. É uma vergonha que a humanidade possa desenvolver tamanha tecnologia e sobreviva ainda sob regimes tribais e em guetos sujos, discutindo o colorido dos outros, e pulando para não morrer.

p.s.: será que algum deputado africano teve a brilhante idéia de impor cotas para a caça de brancos da África?

Cotas Deficientes

O pt não descansará enquanto não criar um clima de total racismo no Brasil. Engana-se quem acha realmente que a adoção de políticas de cotas pode restabelecer uma harmonia social entre desprovidos e providos. As nossas desigualdades são fruto de políticas sociais danosas, não políticas raciais de exclusão. O Brasil não é nem nunca foi racista até o pt assumir o governo. Isso é ranço de pobre de alma, discurso de terrorista social e gente sem cultura, conhecimento e muita, muita má intenção. A idéia é procurar brechas para tirar proveito, porque picareta não tem cor, sexo, religião ou nacionalidade. Mais uma vez insisto: a ciência prova que não existem raças, existe sim a raça humana, o resto é discurso mal intencionado de quem que tirar verdade de onde reina a mentira. Claro que não há o que discutir do histórico ocorrido em nosso passado, quando muitos foram escravizados de maneira animalesca. Mas judeus também foram, e tantos outros. A recuperação histórica dessas tragédias é impossível. O que se deve é evitá-las hoje. E dar condições dignas para todos é o caminho. Sempre tive muitos amigos negros, estudei com vários e nada nos fazia diferentes, ao contrário, vários eram superiores em muita coisa. Acho que as pessoas não precisam de esmola, mesmo porque não serão diplomas que garantirão uma vida digna. É só ver as escolas do MST, que vem formando leninistas, invasores e revoltados, não cidadãos prontos para o debate ou para o trabalho. Vale a pena? Vale a pena criar universidades só para pessoas que possuem uma cor diferente e ensinar-lhes o ódio por outras de outra cor e que nem conhecem? É triste que essas pessoas estejam criando a cultura do ódio em nosso país. Lá na frente houver qualquer tipo de conseqüência mais séria, esses caricatos “líderes racistas” serão os únicos culpados.

p.s.: a já citada UnB, usuária ferrenha da política de cotas, vem fazendo um trabalho “fantástico”. Exemplo disso foi classificar e incluir um aluno como negro em cota na universidade e outro, seu gêmeo idêntico, como branco, para ingresso na dita instituição. Tudo isso fruto do árduo trabalho da comissão de alto nível (deles) que fazem a definição de cor e raça dos postulantes. Parabéns.

p.s.1: diz o sociólogo Demétrio Magnoli: “Políticas baseadas na raça são a negação do princípio fundador da democracia, segundo o qual as oportunidades das pessoas estão em aberto – e não pré-determinadas por suas origens”. Pergunto eu: e quem disse que o pt está interessado em democracia?

Raça de filhos da p…

A diferença ente um símio e um homem é somente a capacidade deste em pronunciar a palavra “companheiro”. Portanto essa coisa de raça é ridícula. Não existem raças, o que nos diferencia são características naturais impostas pela geografia ancestral de nossos antepassados. Fora disso há ignorância, má intenção e, sim, racismo. A esquerda é racista e o pt é racista e sectário. As elites são sectárias pela condição social, não por outra razão. O engodo revisionista de todas essas relações sociais no Brasil é um crime. Aqui nunca houve lugares proibidos e em nenhum lugar do mundo judeus e árabes se harmonizam como aqui. O controle do tecido social e de suas idéias é objetivo da esquerda conquistadora. O poder não vem pela educação ou censura, mas pela ignorância latente das idéias que permeiam a massa de ignorantes deste país. Negros sérios, de índole séria não compram mentiras ou facilidades assistenciais, pelo contrário, sabem o valor de seus antepassados, do sofrimento que viveram e do caminho que devem percorrer para assumir de verdade sua condição de cidadãos. Como vários excluídos de todas as raças e matizes. Ninguém precisa de esmola mas de dignidade. A esquerda sempre achou que uma boa esmola ou uma boa indenização é melhor que um bom trabalho ou uma oportunidade de ascensão social. Essa vive da ignorância daqueles por quem diz lutar. Do you like bananas?

racismo

 

 

 

 

 

 

 

 

  

 

p.s.: os incautos desconhecem os objetivos do PT, acham que a nossa esquerda não tem as aspirações dos outros ditadorezinhos do cone sul. Logo mais saberão o que é o PT…

p.s.1: e por falar em indenização de que cor será que está ou ficou o Ziraldo?